Um pouco de mim....

Formada em jornalismo por opção, mas artista de origem a jovem Camila Caetano inicia seus traços na poesia.
Poetisa revelada no Sarau da Ademar através de suas interpretações da Música Popular Brasileira, relata o cotidiano por meio da escrita, da mesma forma sutil como quando canta músicas de protesto.
Nascida na cidade de São Paulo vinte anos mais tarde do que desejou e na mesma década em que seus heróis morreram, valoriza sua liberdade de expressão. Apóia causas emergentes como a fome, a falta de educação, a falta de saneamento básico entre outras ligadas à desigualdade social.
Assim como muitos, sonha com um mundo melhor para seu filho e para toda a humanidade que respeita o próximo.






sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Desafio nosso de cada dia....

Você com este glúteo inchado de ociosidade, atrás dessa mesinha "pomposa" de incompetência, presta atenção! Exerça a sua função com o mínimo de coerência, já que se propôs a fazer, que faça direito! Se livre dos complexos de superioridade que a carga  da sua caneta carrega e ponha um ponto final nessa arrogância desnecessária.
A DEMOCRACIA é um primor, que  pena que é só uma palavra; capacitação aos cidadãos de bem! Bem humorados principalmente, inteligentes emocionais; tem muito "coelho" ocupando cargos públicos....ops! Coitadinho dos coelhos...

domingo, 7 de junho de 2015

Professora de matemática!

Rosilda Maria, a professora de matemática, após o seu afastamento por problemas com sua saúde, irá retornar ao trabalho. Já faz 6 meses que a espero ansiosa, pois não ando muito bem nesta matéria, e como sou aluna nova ainda não a conheço! Em horário combinado eis que surge com seu avental encardido a grotesca pessoa! Tive medo só de olhar, foram longos 3 segundos que fez meus olhos caminhar por todo aquele rosto. Carregado por marcas de expressão, que deformaram a face da infeliz, além do seu "bigode chinês", uma tradicional penugem crescia ali. Um bom dia recheado por dentes amarelados e um hálito ruim que se sentia há quilômetros de distancia. Características peculiares que já haviam sido descritas por meus colegas de classe, mas me custou acreditar e, de repente estava diante daquela criatura medonha! Meu Deus se eu já não andava bem em matemática, sinto que as coisas podem piorar ainda mais... Com muito esforço me propus a encará-la e tirar aquela má impressão, percorri com meu olhar por aquele corpo em forma de banheira antiga, largo e profundo, meio penso, eu diria TORTO mesmo, pois seus calcanhares arrastavam alpargatas do mesmo tom do avental e esforçavam-se para equilibrar aquilo tudo! Difícil prosseguir, mas suas peludas pernas eram rechonchudas e tortuosas como as "curvas da estrada de Santos". No decorrer da aula pude perceber que mesmo com essas características assustadoras, a doce Rose, como gostava de ser chamada, não demonstrava esta monstruosidade em sua personalidade! Pude constatar que até aprenderia matemática, se encarasse o mau hálito da professora, ou como sugestão poderia lhe oferecer balas de hortelã, como cortesia do aprendizado. Tirando o que é ruim me sobra o que é bom, e é com isto que vou estudar! Vou limpar meu coração e me dar bem em matemática, porque se eu for bem nesta matéria, meu pai prometeu me dar uma bicicleta. Não é por interesse mais UMA BICICLETA, é tudo que preciso para se feliz! Seja bem vinda professora Rosilda Maria, ai se você tivesse uma bicicleta, aposto que não seria tão assim...

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Desabafo! Uffa....

Diante de uma modernidade desigual onde, parte da sociedade sobre posse de seus "smartfones", andam distraídos demais com as questões políticas e sociais, na favela o "wi-fi" é disputado em cada canto onde o sinal aparece. A falta d'agua preocupa a população carente porque literalmente sentimos na pele a secura do descaso, ou existe alguma dúvida de que na casa da Xuxa não existirá racionamento? Também não adianta culpar "as mães" pela falta de educação dos filhos.A orientação se aprende em casa e o resto? Alguém não está fazendo a lição de casa direito e em época de eleições onde estará os culpados? Eu assumo a minha parcela de culpa! Preciso me inteirar mais com as políticas partidárias para cobrar o pedaço do meu bolo! Não adianta reclamar  sobre assuntos que desconheço ou pouco sei! É muito "easy" falar da candidata, do partido, da região onde teve maior índice e continuar leigo no assunto! "Os desmemoriados" de plantão se esquecem que o partido oposto há alguns anos atrás privatizou quase tudo, que a inflação tinha um efeito "Katrina" do tipo, no café da manhã, o leite tinha o preço e no mingauzinho da noite um aumento absurdo! Alguém lembra dos impostos bancários? Eles eram tão necessários que hoje vivemos muito melhor sem eles! Eu falo em nome daqueles que não se favorecem com o dinheiro alheio, e que não tem benefício nenhum com impostos abusivos. Como está difícil ganhar o sustento! Com esta moda ditada ostentação, a sustentação anda complicada por estes lados. Ora por questões pessoais, "rádio-relógio",casa, comida e roupa pra lavar, outra por egos inflados, garantidos da incompetência do nepotismo privado, se é que isto existe, mas aqui a carteirada não falha! A propaganda enganosa me deixa cansada.E remando contra a maré, a fé me arrasta muitas vezes! Pode faltar tudo menos a fé!  Nisso e em outras coisitas mais, com a maior humildade do mundo, eu me garanto! Expectativas alimentam o cotidiano, sem elas a vida é vazia e sem graça...A luta continua mesmo depois da vitória!

Cirurgia Prática!

Não adianta! O Ivo Pitanguy não opera carácter ...

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Retomando os trabalhos.....

Um gole na nostalgia, o outro no café e retomo a escrita porque ela me alimenta muito melhor que as besteiras que ando comendo por ai.... Aliás, com uns quilinhos há mais posso afirmar que me sinto melhor. Não pela gordura localizada mais pelo horizonte que norteia a minha atualidade. Com expectativas renovadas ou simplesmente um novo olhar para a realidade. Aprendo cotidianamente sorrisos, politicas, caretas, expressões,controles, remotos, robóticos, insanos, sensatos, sem tatos, artefatos, artimanhas, manias! Achei! To com mania de ser feliz! E pouco me importa o alheio, aliás isso não muda! Vou nessa, Feliz a beça, eu tenho pressa e nem me interessa o pouco que me resta, porque se for pouco pra mim não presta!


quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Fica a dica!

Nosso amor está blindado! Só abrimos para a felicidade...

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Agora, essa é para você!

Cuidado cupido, eu corro perigo
Tenho muito medo de me apaixonar
Já sofri o bastante, você como antes, vem
Sempre apronta sem medo de errar
Sou eu que perco o sono
Sou eu que luto com o amor
Você não dá trégua pro meu coração
Você só quer que eu ame
Não quer ouvir que eu reclame
Me deixa sozinho e na contramão
Por favor cupido, responde essa minha oração
Eu sei como sofre, das noites que chora
Pedindo à deus sempre um amor fiel
Estou a procura do amor, sua cura
Se eu encontrar conhecerás o céu
A sua cara metade, alguém que cure essa dor
E que te preencha por dentro o vazio
Um abraço, um beijo sincero, um ombro, um colo, eu espero
Que encontre alguém que te faça feliz
Vou confiar no poder do amor
Vou apostar, vou sair vencedor
Encontre alguém meu cupido amigo
Que seja a metade do que aqui restou
Não perca nunca a esperança no amor
Eu juro, vou achar quem te traga calor
Te dar vontade de amar outra vez
Sem medo de errar como antes se fez

Entende o porque do  meu comportamento?

Pra você meu filho!

Olha
Eu tentei voltar no tempo
Eu tentei mudar a história
Eu pensei por um momento
Seguir outra trajetoria
Pra esquecer as melodias
Eu queimei as partituras
Rasguei as fotografias
Mas meu deus a essa altura
Já não sei mais o que faço
Me perdi nos teus abraços
Não, não dá pra ti esquecer
Você é a chuva é o vento
É o meu maior mistério
Não entendi o sentimento
Você não me leva a serio
Mas também é o sol que brilha
No meu mundo tão dificil
É você que me inspira
É meu mel meu céu meu vicio.


De um amor sublime e encantador que não existe nada igual no mundo! Te amo muito Gustavo!

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Crescer com você ou para você! (Gustavo)

Pode ser que tudo isso seja uma forma de chamar atenção, ou , chamar a atenção da morte sem parecer suicídio. O cansaço emocional desgasta e principalmente quando suas expectativas vão ficando inválidas. Agora tenho noção de como meus heróis se sentiam... Você pensa que está fazendo o bem e quando se dá conta não esta fazendo nada! Se eu fosse rápida ficaria em evidência, então vou aos poucos...  não passando imperceptível, mais com alguma chance de retorno, apenas porque tenho você, que mesmo com todo o meu esforço insiste em descriminar as minhas ações. Que culpa tenho eu se fui doutrinada assim? Agora é muito fácil apontar os dedos e enfiar a mão na minha cara! Dificil é reverter toda essa situação de anossss.... Sem expectativa, sem rótulo de suicida, muitas vezes sem noção e sem você! Morrer é phoda, viver é difícil, te ter é uma necessidade vamos fazer um filme!